O significado dos planetas na Alquimia

O significado dos planetas na Alquimia

Para o alquimista, não havia nenhuma área da vida onde os planetas não estivessem envolvidos. Os gregos tinham uma visão personificada dos planetas – já que cada um era “um” ser por si só, e desempenhava um papel em todos os níveis relacionados ao homem e à natureza.

Tradicionalmente, os planetas era representados em “sete” na Alquimia. Isso é significativo,  pois esse número corresponde aos sete órgãos principais do corpo humano, os sete centros de energia (pense nos chakras) e, o mais interessante, os sete metais principais da Alquimia.

Ao considerar o significado dos planetas na Alquimia, esta citação de Paracelsus, no Alchemist and Visionary (1493-1541) é bem interessante:

“… o sol e a lua e todos os planetas, também como todas as estrelas e todo o caos, estão no homem.”

Esta citação de Paracelso resume uma compreensão mais ampla da perspectiva alquímica do simbolismo planetário. 

Na verdade, nenhuma operação ou processo alquímico foi conduzido sem primeiro consultar os planetas e as estrelas. A astrologia desempenhou um papel muito importante nas tradições alquímicas.

Abaixo, vamos conhecer o significado dos planetas na Alquimia e ter uma breve explicação de suas características na tradição alquímica.

“Os segredos da alquimia existem para transformar os mortais de um estado de sofrimento e ignorância para um estado de iluminação e felicidade.” Deepak Chopra

Significado de Júpiter

Para temperar o humor negro de Saturno, Júpiter foi convocado para contra-atacar com suas características otimistas. 

Júpiter e seu simbolismo eram evidentes em práticas que precisavam de uma frequência mais alta e mais precisa. Isso se deve ao fato de Júpiter ser universalmente reconhecido como o planeta da mente superior

Além disso, O planeta Júpiter representa generosidade, bondade, proteção, abundância, otimismo, justiça, equilíbrio etc.

Seu símbolo é composto de vários elementos. O crescente com uma linha horizontal (parece um “2” árabe) também conhecido como a letra grega zeta

Este componente sugere desenvolvimento evolutivo (maturidade e conhecimento adquirido em um período de crescimento).

O segundo componente é a cruz, que é um símbolo de um encontro de idéias – uma encruzilhada que se junta para unir e  combinar dois caminhos da filosofia. 

Isso combina muito bem com o simbolismo de Júpiter por ser uma representação também de equilíbrio. Além disso, o significado do planeta Júpiter, especialmente na Alquimia, está intimamente alinhado com a manifestação por causa de sua situação no sistema solar. 

Ele repousa no centro da linha orbital dos planetas, com quatro planetas precedendo-o (do sol: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte) e quatro planetas estendendo-se além dele (Saturno, Urano, Netuno, Plutão). Esta posição de equilíbrio torna a energia de Júpiter ideal para justiça, manifestação e ordem perfeita.

O significado dos planetas na Alquimia está bastante associado aos deuses, e é bastante interessante fazermos as devidas comparações com as mitologias grega e romana.

O maior planeta em nosso sistema solar (Júpiter) leva o nome de Júpiter, o deus da mitologia romana (Zeus no mitologia grega), que era o rei do panteão.

A personalidade dessa divindade é gigantesca. Grande e no comando, Júpiter exerce sua autoridade com arrogância e confiança. 

Júpiter na Alquimia

De acordo com o significado dos planetas na Alquimia, Júpiter é considerado possuidor de alto valor simbólico no estudo da alquimia. 

É um símbolo positivo e está associado a vibrações progressivas e otimistas. Além disso, você não tem nada que o impeça de seguir em frente. 

Os alquimistas pensavam que Júpiter desempenhava um papel na redução do humor negro experimentado por seu planeta companheiro, Saturno. 

Nesses casos, Júpiter foi chamado para contrariar a disposição taciturna de Saturno com seus próprios traços otimistas. 

Este planeta reconhece em grau universal como o planeta da mente, consciência e intelecto superiores. Como tal, ele utiliza práticas desafiadoras que exigiam essas características. Júpiter simboliza o altruísmo, a bondade e o aproveitamento de oportunidades.

Significado de Marte

Como símbolo na Alquimia, o planeta Marte está associado ao metal ferro, e também é digno de nota que este é o mesmo signo para o homem ou masculinidade. 

Como tal, o Marte alquímico rege a força física e simboliza a energia predominantemente masculina. Filosoficamente, Marte representa a necessidade de moderar os impulsos primitivos e, ao mesmo tempo, abraçar o fogo interior.

Além disso, Marte incorpora o princípio yang e conceitos como masculino, forte, ativo, estusiasmo, objetivo orientado, vitalidade, foco, paixão, dentre outros.

Entretanto, Marte é um planeta de reputação duvidosa. É frequentemente referido como o “planeta ígneo” devido à sua tonalidade vermelha. 

Também é conhecido popularmente como um planeta de guerra, e vemos isso em conexão com Marte, o deus romano (Ares no mito grego) da guerra.

Mas o que não é tão popular é a capacidade de Marte de enfrentar questões de vida ou morte. O planeta é incrivelmente influente em iluminar nossa visão sobre o que não está mais nos servindo.

Na verdade, o símbolo de Marte está associado ao signo astrológico de Áries – o signo da primavera e, portanto, simbólico de novos começos, nascimento e iniciação. 

Marte também é um governante para Escorpião – o signo da queda, com simbolismo de retirada, morte e submersão. Interessante, não é mesmo?

Isso torna o simbolismo de Marte relevante para os ciclos e os ritmos naturais de vida e morte e isso tem tudo a ver com Alquimia. 

Por um lado, temos a força motriz de novos começos, seguidos por um período de retiro pensativo e uma morte simbólica para as coisas que não servem mais.

O símbolo de Marte é uma representação do escudo e da lança do deus romano da guerra, Marte. Incorpore este símbolo quando você estiver “indo para a batalha”. 

Desenhe o símbolo em um pedaço de papel ou mantenha um medalhão de Marte com você quando quiser usar as energias de Marte.

Marte na Alquimia

O planeta vermelho, Marte, é tipicamente ligado ao metal de ferro e, portanto, pensava-se que simbolizava a masculinidade. 

No mundo alquímico, Marte denota força física, domínio e outros aspectos da energia masculina ]. Do ponto de vista filosófico, Marte era necessário para a humanidade equilibrar seus impulsos primordiais com as paixões e o fogo individuais.

Significado de Mercúrio

Quando o planeta Mercúrio é visto em textos antigos, ele representa fluidez, transformação e intelecto. 

Como o único metal líquido comum em temperaturas normais, Mercúrio era altamente interessante para os alquimistas, pois se fundia facilmente com outros metais. O mercúrio alquímico é a “essência”, o sal é o “corpo” e o enxofre é o “óleo” aderido ao mercúrio.

Mercúrio pode ser um catalisador para nossa visão simbólica mais ampla deste planeta totalmente envolvente. O símbolo dele, inclusive, é muito interessante.

Vemos o crescente se abrindo para cima, como um gesto de receptividade. Este atributo físico do símbolo do Mercúrio certamente se alinha com a personalidade simbólica deste planeta, pois Mercúrio é o planeta da “mente aberta, de novas idéias e da inteligência”.

Na Astrologia, ele rege o signo de Gêmeos,  que são pensadores prodigiosos e especialistas em ter novas ideias. E o fato da lua crescente ficar no topo do símbolo marca a importância máxima do pensamento livre no reino mercurial.

Esse pensamento livre sai da meia-lua e desce para a barriga do símbolo do Mercúrio, onde vemos um círculo perfeito. Aqui, as ideias são geradas em um ventre de contemplação.

Como o planeta Mercúrio se expressa em termos de personalidade? Como mencionado, é o planeta da Mente e os seguintes atributos estão associados a ele: versatilidade, agilidade, androginia, amistosidade, habilidade para o comércio, comunicação, movimento, percepção, dentre outros.

Mercúrio na Alquimia

A seguir, consideraremos Mercúrio, cujos símbolos alquímicos e espirituais foram vistos em vários textos antigos. Este planeta, em toda a sua grandeza, significa a fluidez, o processo de transformação e o intelecto individual necessários para cada pessoa. 

Curiosamente, Mercúrio é o único planeta que também é um líquido metálico, o que o torna particularmente interessante para alquimistas. Ele se funde facilmente com outros metais e é, em essência, o sal do corpo (o corpo sendo a mãe Terra).

Significado da Lua

Alquimicamente falando, a lua representa a Prata, o Trabalho Menor ou Mercúrio. Alcança um potencial mais forte quando unido ao sol, ou Ouro na Obra Maior. 

Em termos mais práticos, a lua representa fertilidade, ressurreição, poder oculto, imortalidade e intuição. Além disso, é uma propriedade feminina e os alquimistas a incorporariam ao sol (ouro) para garantir o equilíbrio.

O sol é um símbolo do aspecto fraterno (masculino, yang ) da orientação; e, assim, logicamente a lua permanece como a influência materna (feminina ou  yin). 

Essa associação de gênero é uma generalização e (como acontece com a maioria dos significados simbólicos) há desvios. 

O simbolismo da lua em tribos nativas americanas, junto com grupos africanos, japoneses, maori, teutônicos, oceania e sumério-semitas, referem-se à lua como uma força masculina.

Mais intrigante do que o gênero, é o meio pelo qual a lua exerce sua força e influência. Ela é considerada uma luminária, mas não produz luz por conta própria. Ela depende da luz do sol para refletir (espelhar) sua imagem aos nossos olhos terrestres.

Este método de projetar luz torna a lua um símbolo de sutileza. Clareza, reflexão e dedução indireta são obtidas por meios passivos.

Onde o sol corajosamente incidirá sobre um determinado assunto filosófico – a lua suavemente envolve nossa atenção – iluminando nossa psique com um brilho tênue que é mais aberto a impressões esotéricas.

Astrologicamente falando,  a lua rege o signo de Câncer e governa o reino do pensamento intuitivo e também das emoções. 

A lua é uma alma gêmea simbólica da água e compartilha essa afinidade com Câncer quando aprendemos que o elemento fundamental de Câncer é a água.

Lua na Alquimia

Dando seguimento ao estudo do significado dos planetas na Alquimia, nos deparamos com a lua, que embora não seja um planeta, faz parte dos setes planetas alquímicos.

Os fatos simbólicos da lua podem ser encontrados nos ensinamentos alquímicos em que a lua é uma faceta de prata. Na perspectiva sempre parabólica do alquimista praticante, sabemos que a prata  é um símbolo de clareza, pureza e brilho. 

A prata  é um dos três metais fundamentais da Prima Materia e, portanto, a lua personificada pela prata é colocada de forma proeminente no trono triuno da transformação.

E embora não seja um planeta, a lua é reveladora na comunidade alquímica. Representando o metal prata como já dissemos, torna-se um elemento e símbolo mais forte quando combinado com o sol (ou ouro). 

Além disso, a lua representa a fertilidade e a intuição, além da ressurreição e da imortalidade. Possui propriedades femininas e também garante equilíbrio e controle.

Significado de Saturno

No estudo do significado dos planetas na Alquimia, Saturno é visto em textos antigos como governando o chumbo metálico, que é um dos símbolos da matéria primária escura. 

Compreendido como tendo conotações nefastas, Saturno desempenha um papel importante em processos alquímicos mais sinistros. 

Por outro lado, Saturno representa ordem, restrições e uma atração gravitacional para equilíbrio e moderação. Os Alquimistas entenderam que Saturno tinha uma energia muito “leve as coisas nas mãos” e utilizou essa essência na prática também.

Seu símbolo é composto por dois elementos: a cruz superior, que simboliza a culminação da matéria e também funciona como um foco intenso. O segundo componente do ícone de Saturno é um crescente, um elemento que significa receptividade.

Esta parte inferior “crescente” do símbolo de Saturno também é uma reminiscência de uma foice. Estes são de particular interesse porque o simbolismo do planeta Saturno (e do deus agrícola romano Saturno) frequentemente aborda temas relacionados à morte. 

Note que no arquétipo da morte esta personificação carrega a foice para reconhecer o momento oportuno de colheita da vida atual.

Este tema de colheita se junta ao significado alquímico de Saturno de “reciclar do velho para o novo”. Temas mitológicos subjacentes revelam ainda que o deus Saturno destronou seu pai, Urano. 

Esse destronamento simboliza a mudança de um antigo regime (morte) para um novo (renascimento), e isso está ligado ao simbolismo de Saturno.

Alguns atributos associados a este planeta são: autoridade, dominação, estabilidade, trabalho, tempo, construção, observação, poder não revelado, dentre outros.

Na astrologia, Saturno rege o signo de Capricórnio. Este signo, como seu planeta regente, move-se pela vida com uma estrutura mais lenta, metódica e intencional.

Saturno na Alquimia

Na  alquimia simbólica, o símbolo de Saturno funciona como um símbolo de chumbo. A alquimia filosófica explica que o chumbo é um componente da transformação decorrente do endurecimento, fortalecimento e força de vontade inabalável.

Já que está associado ao chumbo metálico na Alquimia, significa que também é um símbolo da matéria escura, tornando-o um planeta considerado como tendo tons malignos. 

Assim, Saturno normalmente desempenha seu papel alquímico em práticas e processos como o nigredo, por exemplo. 

Além disso, este planeta representa a ordem suprema, estrutura e uma atração para o equilíbrio e temperança necessários. Era amplamente aceito que Saturno resolvia o problema com as próprias mãos e tinha qualidades decisivas.

Significado do Sol

Embora não seja um planeta, sua importância era tão grande que foi contada entre os sete. Este símbolo foi utilizado para enfocar o ato da criação. 

Especificamente, criando os efeitos desejados em sua prática – tanto física quanto filosoficamente. O símbolo também denota energia criativa, self consciente e iluminação.

Considerado pela maioria dos povos como tendo um poder cósmico, não surpreende que vejamos o sol brilhando sobre incontáveis ​​artefatos e escritos.

Alquimicamente,  o sol é esotericamente um simbólico da mente ou do intelecto. O ouro é considerado o material do sol nas práticas exteriormente simbólicas da alquimia. Alguns atributos associados a este símbolo são: força, vida, clareza, energia, poder, dentre outros.

O sol ressoa com a energia masculina na maioria das culturas. No entanto, a perspectiva celta coloca o poder feminino dentro dos raios do sol.

Da mesma forma, as antigas  tribos africanas, japonesas, germânicas e algumas tribos nativas americanas consideram o sol uma energia feminina.

Leia também: Significado do Sol na Alquimia e na Astrologia

O Sol na Alquimia

O Sol foi reconhecido como grande por muitos séculos e, portanto, foi contado entre os sete pelos alquimistas. Para eles, o sol era o símbolo máximo da criação e suas partes subsequentes. Por isso, ele é importantíssimo no estudo do significado dos planetas na Alquimia.

Além disso, o sol representava especificamente a criação dos efeitos que eles desejavam em suas práticas e experimentos. Além disso, o sol era, e ainda é, considerado um grande símbolo que denota energia, personalidade e iluminação.

Significado de Vênus

O significado do planeta Vênus é uma combinação do círculo e da cruz. Visualmente, este símbolo tem dois níveis: Espiritual e Material.

O círculo nos lembra da natureza inclusiva de nosso universo. Aqui não há exclusão, apenas inclusão. Tudo é bem-vindo e tudo está sempre em expansão. A espiritualidade está de mãos dadas com este mesmo conceito inclusivo.

Na metade superior, sentimos a abertura e inclusão (círculo). No entanto, na metade inferior, experimentamos um estreitamento, ou uma “chegada ao ponto crucial”. Visualmente você pode ver a abertura e o fechamento, o início e o fim, neste símbolo.

Essa dualidade de Vênus é sublinhada por sua localização nos céus como a “estrela da manhã” (conforme se eleva no leste) e a “estrela da tarde” (se pondo no oeste).

Alguns atributos associados ao planeta Vênus são: amor, afeição, sexualidade, harmonia, beleza, criatividade, atração, inspiração, relacionamentos, imaginação, estética, dentre outros.

Seu simbolismo adicional vem da deusa romana Vênus (Afrodite, na mitologia grega), cuja presença brotou dos mares espumosos. 

As suaves brisas do mar levaram a adorável Vênus ao seu destino final, Chipre, onde dizem que ela cintila com poderes amorosos.

Astrologicamente, Vênus influencia Touro e Libra. Essas personalidades são amantes da beleza, do estilo e da elegância. 

Mesmo que eles não aprimorem esses aspectos de si mesmos, eles reconhecem o valor quando o vêem – e esse conhecimento tende a motivá-los em tudo o que fazem.

Vênus na Alquimia

O planeta Vênus é também um símbolo elementar alquímico para o cobre. Curiosamente, Chipre era um grande exportador do cobre. 

Vênus também é um símbolo de luz, já que o cobre foi usado para fazer espelhos por causa de suas qualidades reflexivas e luminosas. Aqui, recapturamos temas de beleza, estética e apreciação refletindo (espelho) na elegância.

Significado dos planetas na Alquimia: conclusão

Esses são os sete planetas e seus simbolismos, especialmente aqueles associados à Grande Arte Alquímica. É muito importante que no estudo da Alquimia saibamos o que esses planetas significam, pois eles estão intimamente ligados a ela.

Da mesma forma, é imprescindível o estudo dos metais alquímicos. À medida que estuda, você começa a perceber como a Alquimia está intimamente relacionada com a Astrologia. E percebe também que o conhecimento é, na verdade, uma grande teia de “coincidências”.

E então, o que achou do nosso artigo sobre o significado dos planetas na Alquimia? Se tiver alguma dúvida ainda, deixe um comentário. Será um prazer ajudar você!

Aproveite a visita ao nosso blog e leia também:

Sobre o autor | Website

Estudante de hermetismo e esoterismo, compartilho com você material, referências e reflexões dos meus estudos nessas áreas.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!