Acompanhe nossas atualizações!

Acompanhe nossas atualizações!

Inscreva-se na nossa lista VIP e seja informado sobre novos artigos!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Tudo é manifestação do Vácuo Quântico

Tudo é manifestação do Vácuo Quântico

Tudo o que existe vem do Vácuo Quântico. Ele é uma onda, a Consciência Primordial de onde nós emergimos. A palavra pode ser pouco conhecida, mas podemos dizer que é o nome que a ciência deu para algo que reconhecemos como o Todo ou Deus.

Segundo artigo publicado no Blog Memórias Estelares, Vácuo Quântico é:

“Podemos definir o vácuo quântico como sendo o mais baixo estado de energia do universo, mas que mesmo assim é capaz de criar partículas, e sob determinadas condições, até mesmo matéria. Tanto que alguns cientistas acreditam que nosso universo se originou do vácuo quântico, que sob uma determinada condição, criou as partículas primordiais, dando origem ao Big Bang.”

Para entender tanto o lado científico da coisa como o filosófico, vamos por partes. Vamos começar compreendendo o que é um átomo para entender melhor o Vácuo Quântico.

Compreendendo o que é Vácuo Quântico

Sabemos que toda matéria possui átomos, não é mesmo? Eles são formados por um núcleo — que é composto por nêutrons e prótons — e por elétrons, que são partículas que orbitam o núcleo. Os elétrons são elementares e não possui composição. Há ainda uma partícula elementar chamada glúon. Ela é tipo uma cola cujo objetivo é manter o núcleo do átomo unido.

Então, vejamos o átomo — essa partícula que está presente em todos nós — como se ele fosse do tamanho de um estádio de futebol. Seguindo nessa analogia, o seu núcleo seria do tamanho de uma bolinha de gude e os elétrons do tamanho de grãos de areia.

Mas Lidiane, e todo esse espaço vazio é o que? Nada?

É o Vácuo Quântico. Como a ciência descreve, esse espaço é composto por campos gravitacionais e eletromagnéticos (flutuações quânticas de vácuo). Isso nos leva a concluir que toda matéria — ou seja, eu, você, os animais, os objetos, os planetas, plantas, galáxias… — são formados por flutuações de energia do vácuo quântico.

No site Inovação Tecnológica eu encontrei algo ainda mais explicativo no artigo: “Confirmado: a matéria é resultado de flutuações do vácuo quântico“.

De acordo com o artigo, um estudo publicado na revista Science afirmou que “Mais de 99% da massa do universo visível é formado por prótons e nêutrons” e que “esses dois tipos de partículas são muito mais pesados do que os quarks e glúons que as constituem.

Cada nêutron e próton é formado por três quarks — que são pequenas partículas que compõe a matéria (nêutrons e prótons). A questão é que esses três quarks correspondem a apenas 1% da massa de todos os prótons e nêutrons. Sendo assim, novamente vem a pergunta: o que responde pelo restante da massa dessas partículas? De flutuações de energia do vácuo quântico.

O Todo é o Vácuo Quântico

Compreender que o Vácuo Quântico é um oceano primordial de energia de onde se origina tudo o que existe, inclusive a matéria. Mas, porque estão dizendo que ele é Deus? Que relação é essa?

Primeiramente, é preciso abandonar a ideia de que Deus é um humano ou alguém. Infelizmente a religião criou essa analogia, mas está longe de ser a realidade.

Deus é consciência, é algo que não somos capaz de conceber ainda com nossa limitada evolução. No entanto, sabemos que há “uma força maior” que nos move. No mais profundo do nosso Ser, sabemos que há uma inteligência criadora e amorosa que nos supre, que nos ama e que nos criou.

É o Todo, do qual fazemos parte. É a Consciência Criadora, que nos criou. É esse espaço “vazio”, essas flutuações de energia, que está presente em tudo o que existe, do micro ao macrocosmos.

Como bem denominou Hélio Couto:

“O Vácuo Quântico é pura consciência. Inteligente e amoroso. Nossa consciência é uma parte Dele, uma parte do Todo, de Tudo-O-Que-Existe. A consciência de qualquer pessoa é uma parte da consciência Dele, uma parte que é individualizada, personalizada. Saiba disto ou não. Perceber isso é o que se chama evolução ou iluminação. Quando a consciência da pessoa se uniu totalmente com a consciência do Todo, a pessoa está iluminada.”

E então, ficou mais claro? É claro que a ciência admite o Vácuo Quântico, mas a maioria dos físicos não admite a Consciência, pois isso vai de encontro com o paradigma materialista, que eles sustentam a ferro e fogo.

Mas, nós sabemos que viemos Dele, que somos criação Dele e, como somos energia vibrando em determinada frequência, a teoria mais aceitável é que somos pedaços dessa energia primordial, ou melhor, dessa grande “bolha” de energia.

Tags: |

Sobre o Autor

Lidiane Franqui
Lidiane Franqui

Eu tenho uma missão e quero cumpri-la com amor e paciência. Cada texto ou reflexão minha é parte dessa missão e eu vos convido a fazer parte dela.

0 Comentários

Deixe uma resposta