Alquimia

Significado esotérico do Elemento Fogo

Elemento Fogo
Escrito por Lidiane Franqui

Agente que dá vida e purifica por excelência, o fogo é um elemento que eleva todas as coisas a um grau maior de perfeição

Há algo muito primordial no significado esotérico do elemento fogo. O fogo é o agente vivificante e purificador por excelência e sua luz é um reflexo da natureza luminosa do Espírito. Graças a essas propriedades, o fogo eleva todas as coisas a um grau maior de perfeição.

Mas o fogo também é um elemento masculino e dinâmico que gera transformações. Como tal, é o principal arquiteto de todas as metamorfoses que ocorrem em um nível físico e é o único elemento capaz de transmutar metais básicos.

O símbolo associado ao elemento fogo é o triângulo equilátero, uma figura geométrica que alude ao seu movimento ascendente e sua força ascendente.

O Athanor e o simbolismo do fogo purificador

Na alquimia, o simbolismo do fogo está ligado principalmente ao Athanor — a fornalha onde ocorre a digestão alquímica. A imagem do Athanor está essencialmente conectada à força purificadora desse elemento.

De fato, através da combustão, o Athanor é capaz de queimar as impurezas de um metal como o chumbo, até que ele seja transmutado em ouro. 

Este processo representa o trabalho feito pelo alquimista que queima as impurezas do seu próprio Espírito para elevá-lo e torná-lo leve.

Mas o Athanor é também a representação de um microcosmo, a simplificação do universo. Nesse sentido, também está associado ao Sol, o fogo eterno de fato.

Ignis centrum terrae  e o simbolismo do fogo central

Outro significado que é atribuído ao fogo em muitas tradições é o do fogo central — o Ignis centrum terrae, que significa o coração. No homem, o coração está no centro, vermelho de sangue morno que sai dali até que todo o organismo penetre na onda da vida: e seja descrito como flamejante e luminoso.

Luz, Introdução à Magia

O  coração é o centro do corpo, órgão da inteligência espiritual e manifestação por excelência das formas superiores de consciência

Os pensamentos e o raciocínio, na verdade, originam-se no cérebro, enquanto a vontade, a paixão e a intuição estão tradicionalmente associadas ao coração.

Ultimamente há muita conversa sobre a necessidade de levar uma vida consciente. No entanto, é bom ter em mente que uma consciência que é apenas cerebral, não é a chave para uma expansão da consciência.

Para que a consciência se expanda, é essencial apelar para energias muito mais sutis que tenham seu lugar simbólico no coração. Portanto, para confiar nessas energias, é necessário mudar a consciência  do cérebro para a região do  coração.

Uma prática muito útil nesse sentido consiste em imaginar a própria consciência descendo do cérebro seguindo uma linha imaginária que passa pela laringe e chega à área cardíaca. 

Outra maneira de sentir-se no coração é encontrar aquele ponto em seu peito onde você pode sentir emoções como alegria, eros ou uma paixão muito forte.

Meditação: o fogo purificador

Existem várias práticas meditativas baseadas na materialização simbólica do fogo no coração. Estas práticas estão ligadas às virtudes que dão vida e purificam este elemento.

Abaixo apresentamos uma  prática de meditação descrita em detalhes no primeiro volume de Introdução à Magia, Edizioni Mediterranee.

Precisamos realizar essa meditação no momento do dia em que o sol brilha mais alto no céu, com o corpo e o rosto voltados para o leste.

“Respire profundamente e mova suavemente sua consciência para o coração. Ele exibe uma pequena chama vermelha que queima dentro.

Ao visualizar a chama mentalmente, diga as seguintes palavras: EU SOU. Concentre-se em seu significado.

Agora comece a alimentar lentamente esta chama. Veja-o expandir em todas as direções. Observe-a expandir-se em direção ao rosto e à cabeça, em direção aos ombros e braços, em direção às costas, ao tórax e ao abdome, e ainda em direção às pernas e aos pés.

Imagine esta chama crescendo e sentindo-a queimar dentro de você. Imagine que essa chama esteja liberando você de tudo o que está condicionado em você. Imagine que o processo de transmutação alquímica do chumbo em ouro tenha começado dentro de você. Seu corpo é o Athanor … Mantenha-se focado nesse processo por pelo menos alguns minutos.

No final da meditação, prossiga para trás e leve a chama de volta às suas dimensões originais. Continue a queimá-lo em seu coração natural, onde permanecerá pelo resto do dia.” 

 

Veja também:

 

Fonte Consultada:

Sobre a autora

Lidiane Franqui

O que eu poderia dizer se não que sou uma estudiosa dos assuntos ocultos? Apaixonada pelo místico, pelo oculto e pelo que há além da materialidade, eu sigo estudando, buscando e tirando os véus que estavam cobrindo meus olhos. Quanto mais estudo, mas percebo que há muito o que aprender. Parafraseando o ilustre Sócrates, quanto mais estudo, mas percebo que nada sei. Espero que com minhas anotações neste blog, eu possa auxiliar quem quer que chegue por aqui.

Deixe um comentário