Acompanhe nossas atualizações!

Acompanhe nossas atualizações!

Inscreva-se na nossa lista VIP e seja informado sobre novos artigos!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

O que significa esse tal “Efeito Não Local” na Mecânica Quântica?

O que significa esse tal “Efeito Não Local” na Mecânica Quântica?

Quando começamos a estudar Mecânica Quântica, nos deparamos com muitos nomes, experimentos e coisas que estavam longe de fazer parte do nosso dia a dia.

Expressões como Dupla Fenda, Efeito Casimir, Efeito Não Local começam a fazer parte da nossa rotina, uma vez que aqui e acolá aparecem em nossos estudos e leituras.

Mas, o que são essas coisas? Será que precisamos realmente saber o que elas são?

É importante sim ter uma noção do que são os experimentos que embasam a Mecânica Quântica. Não precisamos nos aprofundar tanto, mas o mínimo de entendimento é interessante, para que saibamos com o que estamos lidando.

Neste texto, trouxemos uma breve explicação sobre o Efeito Não Local. Nada muito complexo. Apenas o suficiente para que possamos entender sua relação com a realidade quântica.

Efeito Não Local

Para entender melhor este evento, encontrei no artigo do Osny Ramos uma explicação de fácil entendimento. Para uma rápida compreensão, ele explica que a física antiga nos ensinou que causa e efeito devem necessariamente ocorrer no mesmo âmbito, ou seja, tanto a causa quanto o efeito devem ocorrer no mesmo local.

Até então, tudo bem. Do ponto de vista da ciência, nunca, em nenhuma hipótese poderia ser diferente.

Mas, com o aparecimento da Física Quântica, isso mudou, já que ela admite que no “aqui e agora” podem estar atuando formas e energias que não estão necessariamente aqui, no mesmo local em que nós. E mais, essas forças e energias distantes têm o poder de nos afetar.

Uau! Consegue imaginar que forças do passado, presente, futuro ou que estão em outro local podem afetar você? Tanto seu corpo quanto seu psiquismo?

Os físicos não contavam com isso, afinal, o efeito de Não-Localidade rompe com o Princípio da Causalidade, abrindo portas para uma realidade holística, até então pertencente apenas ao mundo místico. Como Osny Ramos diz: “ele introduz na Física um fundamento metafísico”.

Isso começa a desconstruir a teoria mecanicista e materialista que até então era a base fundamental da Física. Não que deixaremos de reconhecer o mérito das descobertas de Newton e Descartes — ícones da Física Clássica. No entanto, não dá mais possível fingir que as descobertas da Física Quântica não importam.

Considerando o Efeito Não Local no dia a dia podemos citar o exemplo colocado no artigo citado no início desse texto:

“Pense sobre isso: com base no Efeito Não Local, se você for um médico, por exemplo, durante o diagnóstico, você tem que considerar também como possíveis causas da doença, coisas com qual o seu paciente nunca entrou em contato na sua experiência fática. Coisas que não entraram no seu conteúdo vivido nem através do espaço nem através do tempo. Pior: coisas que ainda estão no futuro!”

Entendeu o que é o Efeito Não Local? Para finalizar, deixamos mais uma passagem do artigo do Osny Ramos:

“Se cada um de nós soubesse controlar e utilizar essas energias invisíveis, então o Efeito Não Local poderia ser utilizado para nos conectar com as  pessoas e as  coisas necessárias para a concretização dos sonhos e projetos.”

Tags: | |

Sobre o Autor

Lidiane Franqui
Lidiane Franqui

Eu tenho uma missão e quero cumpri-la com amor e paciência. Cada texto ou reflexão minha é parte dessa missão e eu vos convido a fazer parte dela.

0 Comentários


Deixe uma resposta