Lidiane Franqui

Saiba como fazer a Carta ao Universo de Bruce Lee!

Você certamente já ouviu falar na “Carta ao Universo“, escrita pelo astro do cinema Bruce Lee em 1969 e que se tornou famosa por ter simplesmente se manifestado na realidade do ator no tempo e da maneira definida por ele.

Se você estuda ou apenas se interessa pela lei da atração, sabe que o uso da Imaginação e da Reivindicação é capaz de operar milagres. E foi isso que Bruce Lee fez. Com as dicas (os seis passos) dadas por Napoleon Hill no livro Pense e Enriqueça, Bruce nos deixou um testemunho poderoso do poder que da lei da atração tem se for utilizada da forma certa.

Vamos lá saber como isso aconteceu e aprender a fazer também a “Carta ao Universo“? Então, continue comigo!

Antes de tudo, vamos ver o que Bruce escreveu na sua carta

Minha principal meta definida

Eu, Bruce Lee, serei o primeiro e mais bem pago Superstar Oriental nos Estados Unidos. Em troca disso, farei as performances mais entusiasmadas, e vou entregar o melhor da minha qualidade como ator. Começando em 1970 atingirei fama mundial, e a partir daí até 1980 terei em minha posse 10 milhões de dólares. Viverei do jeito que eu quero e atingirei paz interna e felicidade.

Bruce Lee, jan. 1969

Carta ao Universo de Bruce Lee

Percebeu como Bruce foi direto ao ponto do que queria? Além disso, ele estabeleceu metas baseadas em datas (isso é muito importante, sabia?). Não foi preciso esforços árduos, nem sacrifícios. Não, não. Apenas uma coisa que é fundamental para que a Lei da Atração funcione: Imaginação. Aliado a isso, a certeza de conseguir atingir o objetivo e o famoso “soltar“.

Como dito anteriormente, a Carta ao Universo de Bruce Lee foi feita com base nos seis passos dados por Napoleon Hill. Esses passos foram elaborados por um homem que tem uma história inspiradora.

Trata-se de Andrew Carnegie, antigo operário de uma fábrica de aço que criou esses passos e conseguiu uma fortuna de nada menos que cem milhões de dólares.

Apesar do maior objetivo do livro do Napoleon ser atrair riquezas, você pode utilizar a Carta ao Universo para realizar qualquer objetivo.

Por que a Carta ao Universo funciona?

Essa é uma questão que merece muita atenção, viu gente?! Eu diria que é até mais importante que fazer a carta em si. Entenda que apenas o ato de fazer a carta não vai cocriar a realidade que você deseja.

O que realmente faz a diferença é acreditar que aquilo que está na carta já é seu e você precisa apenas reivindicar o que já possui por direito. Neville Goddard fala muito isso em seus livros e palestras. Na verdade, não precisamos pedir nada, e sim reivindicar, afinal, não podemos pedir o que já nos pertence.

Então, a carta é, na verdade, uma reivindicação!

Além de ter consciência disso, é preciso utilizar palavras e emoções positivas, além de uma grande gratidão pelo desejo JÁ realizado. E, por fim, como eu já falei, os desejamos colocados na carta do Bruce Lee funcionou porque ele especificou datas para sua realização.

Todas essas questões são importantíssimas. A questão, meus amigos, é que fazendo essas coisas nós utilizamos o consciente para imprimir no subconsciente essa nova realidade, a dos nossos sonhos. Como Dr. Joseph Murphy falava em seus vários livros publicados sobre o poder da mente, aquilo que imprimimos no subconsciente torna-se real mais cedo ou mais tarde.

Mas, esse é tema para outros artigos (e eu farei, ok?). Agora vamos lá ver como fazer a nossa carta.

Como fazer a Carta ao Universo

A seguir, os passos para fazer sua Carta ao Universo, assim como fez Bruce Lee:

1. Saiba exatamente o que quer materializar

A falta de clareza não só atrapalha a manifestação dos desejos, como faz com que eles não se realizem. Então, antes de sentar para escrever, decida o que quer receber.

O Bruce queria se tornar famoso e ainda cocriou 10 milhões de dólares em um tempo definido. Você pode querer mais saúde, liberdade financeira, um grande amor… são infinitas possibilidades. Apenas lembre-se de ser claro, pois clareza é fundamental!

2. Apresente algo em troca para o Universo

É a lei da semeadura, lembra-se?

“Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordante, é mais abençoado dar do que receber, quanto mais você abençoa, mais é abençoado” (Lucas, 6:38)

Oferecer algo vai nos colocar em sintonia com o que desejamos receber. Tudo bem… você quer atrair um grande amor. Mas, o que você vai dá/ fazer em troca para atrair essa realidade?

Você vai se colocar em posição de receber amor amando-se em primeiro lugar. Você vai dar a si mesmo o que espera receber em um relacionamento, entendeu?

Lembre que na carta, Bruce disse: ” Em troca disso, farei as performances mais entusiasmadas, e vou entregar o melhor da minha qualidade como ator.

É mais ou menos isso. Comprometa-se. Doe. E receberá!

3. Estabeleça uma data limite para materializar seu desejo

Lidiane, eu realmente tenho que fazer isso? Mas, o Todo não sabe quando é melhor? E, não é preciso que as coisas aconteçam realmente quando é a hora certa?

Sim, essas perguntas são comuns quando falamos de data para realizar nossos desejos. E sim, é importante determinar datas.

Quando você estipula um dia ou mês ou ano, sua mente se prepara e começa a trabalhar para que o que você deseja se torne realidade. Lembra quando falamos do nosso subconsciente? Que ele materializa o que é impresso nele?

Então, se você disser: “um dia vou conseguir me tornar famosa e ter 10 milhões na minha conta“, o subconsciente vai imprimir exatamente isso, que “um dia” você terá materializado esses desejos.

Quando falamos de lei da atração e de reivindicação, precisamos ser específicos. Nada de deixar “ao deus dará”. Estipula as datas, faz sua parte e solta. Faz, sobretudo com amor, imprimindo gratidão e os melhores sentimentos possíveis.

Veja bem que na carta Bruce Lee fazer isso:

“Começando em 1970 atingirei fama mundial, e a partir daí até 1980 terei em minha posse 10 milhões de dólares. Viverei do jeito que eu quero e atingirei paz interna e felicidade.”

4. Diga quais ações colocará em prática para realizar seu desejo

É a sua parte. O que vai fazer? Sim, porque temos que fazer nossa parte também, não é mesmo? Lembra que falei logo acima: estipula as datas, faz sua parte e solta?

Bruce Lee se comprometeu a dar o melhor de si em sua profissão. E, se comprometeu a começar a agir imediatamente. Fazendo isso, abrimos as portas da nossa vida para que pessoas cruzem nosso caminho, para que as coisas comecem a acontecer de modo que nosso desejo se materialize.

É o que o professor Hélio Couto sempre falar: soltar não é ficar sem fazer nada. Quando colapsamos a função de onda, ou seja, quando escolhemos o que queremos realizar, damos o melhor de si e depois soltamos, sem ansiedade, sem preocupação.

Trabalhamos na meta desejada felizes, sabendo que já possuímos o que queremos e que é só questão de tempo para se apresentar nesta dimensão.

5. Assine a carta e depois leia

Fazendo tudo isso, assine sua carta, mostrando ao Universo que está comprometido em fazer o que for preciso para conquistar seu objetivo.

Depois de assinar, vem uma parte muito importante! Lei sua carta em voz alta ao acordar e antes de dormir. Segundo especialistas em poder da mente, são os horários mais propícios a imprimir ideias no subconsciente, pois a mente está em “estado de torpor”, sendo mais fácil a entrada de novas informações.

Para finalizar, use e abuse da imaginação. Enquanto faz a leitura da sua Carta ao Universo, sinta-se como se já tivesse vivendo seu desejo realizado. Torne-se consciente de ser o que colocou na carta e coloque gratidão em cada palavra dita, em cada sentimento ou emoções. Encha seu subconsciente da sensação de já ser o que você deseja.

Como já sabemos, as emoções e os sentimentos são importantíssimos no processo de cocriação da realidade. Então, não adianta enganar o subconsciente ou o Todo. Seja sincero e, assim, não será impossível para você!

Conclusão:

Você viu neste texto que através dos seis passos do livro Pense e Enriqueça, do Napoleon Hill, Bruce Lee fez sua Carta ao Universo e, no tempo determinado, manifestou o que escreveu nela.

Você viu também que o método funcionou para ele (e funciona para qualquer um de nós) porque ele seguiu alguns pilares. E, por fim, viu os passos para criar a sua carta com todos os detalhes.

Depois das informações que compartilhe com você, entendeu como fazer a Carta ao Universo do Bruce Lee? Então, corre e começa a pensar no seu desejo e não deixe de colocar esta super dica em prática. Depois volta aqui e conta pra gente!

Sobre Mim | Website

Eu tenho uma missão e quero cumpri-la com amor e paciência. Cada texto ou reflexão minha é parte dessa missão e eu vos convido a fazer parte dela.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

2 Comentários

  1. Kátia Régia Coelho Sales Joana Coelho Sales disse:

    Lidi gratidão minha linda!.
    Você é o Sol que nos ilumina!

    • Lidiane Franqui disse:

      Eu que agradeço Kátia! E lembre-se: somos todas luz, muita luz que, quando nos lembrarmos de quem realmente somos, vamos iluminar TUDO!!!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.